engage your senses

Dica 7: Esteja alerta e relate atividades e e-mails suspeitos

عربى | Bahasa Indonesia简体中文 | Nederlands | Français | Deutsch | English
हिंदी | Magyar | 日本語 | Bahasa Melayu | Português | русский | Español


 


Precisamos da sua ajuda

Por favor, reserve 5 minutos e clique aqui para responder a pesquisa sobre cibersegurança


Os riscos

Uma das maneiras mais frequentes de roubar informações sensíveis (números de cartão de crédito, senha) ou dinheiro é enganar a vítima fazendo com que ela acredite que o pedido é legítimo.

Um ataque típico desse tipo é chamado Fraude do CEO, no qual um criminoso cibernético finge ser gerente ou diretor sênior, forçando o funcionário a fazer algo que ele não deve e burlar os controles internos.

Esses criminosos cibernéticos podem até ligar para sua casa, frequentemente fingindo ser da TI da Givaudan ou do departamento de serviços de outra organização. Ao invés de corrigir os problemas reais, eles instalam malware no seu PC para roubar dados ou dinheiro de você.

Dicas úteis

Sempre suspeite quando alguém que você não conhecer nem confia lhe pede informações que você julga pessoais ou confidenciais.

Em caso de dúvida, reverifique com seu gerente ou um colega. Quando alguém suspeito ligar diretamente para você, pergunte o número de telefone para retornar a ligação porque essa é geralmente uma boa maneira de fazê-lo fugir.

Nunca burle as políticas de segurança.

Relate qualquer atividade ou e-mail suspeito para o Departamento de serviços de TI ou para seu gerente.


Estatísticas assustadoras

As firmas alemãs perdem milhões de euros para o crime organizado em um scam chamado “Fraude do CEO” que usa memorandos falsos de altos executivos para fazer com que o pessoal da contabilidade transfira fundos.

Em 2017, mais de 2,5 bilhões de registros comerciais confidenciais foram oficialmente roubados ou comprometidos.

O número de vítimas de suporte técnico subiu em 86% em 2017.

 

[Reuters] [Gemalto] [ZDnet]